Franja cacheada: Ed Santana tira dúvidas sobre o corte e manutenção

Franja cacheada: Ed Santana tira dúvidas sobre o corte e manutenção

0

Quem me segue nas redes sociais (alô, você que ainda não segue: o user é @beliciablog), sabe que, na minha última ida ao Descabelado, acabamos realizando a aventura de cortar uma franja cacheada. Eu, que já namorava o corte de cabelo há aproximadamente um ano, perguntei se funcionaria para mim, e Ed imediatamente disse: “por que não?”. Batizamos o visual de #CorteDescabelícia (inclusive, você pode pedir por ele na cadeira do Descabelado). Desde então, estou aprendendo como lidar com essa nova moradora do meu rosto, que vem mudando detalhes importantes da minha rotina.

Depois do sucesso no Instagram, percebi que, assim como eu, muita gente adora franja cacheada, mas tem medo de ousar – acha que fica bonito só na blogueira, na atriz famosa… Pensando nisso, fiz algumas perguntas-chave a Ed, relacionadas ao corte e à manutenção.

Franja cortada e finalizada por Ed Santana, no Descabelado

Franja cortada e finalizada por Ed Santana, no Descabelado

franja-cacheada-vanessa-ventura-por-ed-santana-3

O primeiro questionamento foi na cadeira do salão: será que vai dificultar meu dia a dia? “Quando a cliente não curte finalizar os fios todos os dias, eu procuro indicar outras opções que não a franja”, revelou Ed. “Mas você não tem problemas com isso. O importante desse corte é combinar com o perfil da cliente”. Quanto a isso, posso dizer que é 100% verdade: a franja cacheada exige uma arrumaçãozinha todos os dias. Nada extremo (tenho notado que é mais fácil do que parece), mas, para quem curte acordar e já sair de casa, pode soar trabalhoso (pra mim, está sendo divertido!). Vale lembrar que franjas lisas também precisam ser arrumadas todos os dias para continuar bonitas e sem oleosidade.

A principal diferença das franjas crespas e cacheadas para as tradicionais lisas é que, no caso das primeiras, buscamos volume e movimento. O objetivo é valorizar a forma natural do fio. Isso se reflete na finalização – nada de puxar os cachos para esticá-los!

Franja finalizada em casa

Franja finalizada em casa

Ao contrário do que eu pensava, as tesouradas na franja cacheada podem ser relativamente espaçadas, com intervalos de um a dois meses. É importante não perder esse prazo (que vai depender do quanto os seus fios cresceram), pois 1 ou 2cm já são suficientes para mudar o formato do cabelo.

E a umectação: será que teria problema fazer numa área tão próxima da testa? Segundo Ed, o ideal é fazer o teste e avaliar o resultado, já que isso depende do seu tipo de pele e cabelo. Confesso que ainda não testei, mas já estou curiosa! Já se o seu objetivo é usar óleos como finalizadores para ganhar brilho, Ed sugere apostar nos géis, que “modelam e doam brilho sem deixar a testa gordurosa”. No Descabelado, ele usa bastante o Sculpting Lotion, da Keune.

Como esse assunto rende, ainda faremos mais conteúdos voltados para ele, como um diário da franja cacheada para o canal do Descabelado no Youtube (inscreva-se aqui) e um vídeo sobre finalização para franja cacheada para o meu canal (inscreva-se aqui). Tem mais dúvidas? Deixe aqui nos comentários ou lá no Instagram!

Agradecimento: ao Ed, parceiro de sempre na hora de realizar meus sonhos capilares! ♥

Fotos 1 e 2: Ed Santana

Foto 3: selfie

vanessa-ventura-assinatura

espaco2

Comente no Face ♥

Artigos similares

0