Belícia Por Aí: Talk Show com Yan Acioli no Garimpo Barra Fashion

Belícia Por Aí: Talk Show com Yan Acioli no Garimpo Barra Fashion

0

É como dizem: até as coisas boas têm um fim! Na semana passada, o encerramento ficou por conta do Garimpo Barra Fashion, evento do Shopping Barra que apresentou, em stands assinados por marcas e personalidades da moda soteropolitana, algumas das tendências para o verão 2015. Para fechar a temporada com chave de ouro, o Garimpo promoveu um talk show com o badalado stylist Yan Acioli, que cuida dos looks de estrelas como a apresentadora Sabrina Sato e o jogador Kaká. A conversa, conduzida pela linda Paula Magalhães (tem vídeo com ela no nosso insta!), foi disputada e teve a plateia formada principalmente por jornalistas e blogueiros baianos. Eu, é claro, anotei as principais dicas de Yan e vou compartilhar tudo com vocês!


Antes de começar o talk show propriamente dito, foram apresentados os ganhadores do concurso Looks Barra Fashion, no qual os participantes postaram looks com a hashtag promocional e tiveram seus visuais julgados pelo próprio Yan. Os dois vencedores – um homem e uma mulher – foram premiados com uma consultoria exclusiva, vales-compras oferecidos pela Colcci e um par de looks especialmente selecionados pelo stylist. Na produção dos sortudos, Acioli teve como inspiração a década de 70: segundo ele, esse período fashion estará em alta no verão, com muitas cores, tecidos leves e animal print. Para os homens, a ideia vem renovada com os florais P&B, perfeitos para quem não tem medo de ousar. Apesar de ter escolhido peças marcantes tanto para o look masculino quanto para o feminino, o consultor ensinou a fazer as roupas “renderem” no closet: basta alternar os sapatos e ter em mãos acessórios-chave que mudam a cara da produção. Se ficou o dia todo com um jeans e camiseta, aposte numa jaqueta ou num colar bapho para arrasar à noite!

CREDITO: ROBERTO ABREU

A principal mensagem de Yan Acioli sobre a moda é: divirta-se com o que você está fazendo. No caso da Sabrina, por exemplo, ele não traçou nenhum ~ perfil de moda ~ até hoje – eles preferem ir descobrindo juntos o que funciona, a partir da sintonia natural entre a dupla. Portanto, nada de regras quando o assunto é vestimenta: se deu dúvida, experimente. O máximo que vai acontecer é você perceber que aquilo não te caiu bem. Tenha paciência para experimentar as peças e, seja qual for a roupa – baratinha de fast fashion ou carésima de grife – só compre se combinar com sua atitude. Para o stylist, nada pior do que uma pessoa usando um look que não consegue segurar.

Para o verão, Yan aconselha as mulheres a investirem num caftan estampado, que vai bem como saída de praia e também num after à noite. Também vale ter uma calça de cintura alta no armário, seja flare ou cigarrette. Já os rapazes podem apostar numa camisa de linho (pode ser amassada, sem problemas): de dia, saindo da praia, componha com bermudão e Havaianas; à noite, troque por calça de linho e sandália de couro.  Para quem não pode desembolsar muita grana com moda, Yan sugeriu comprar roupas mais acessíveis e usar a verba maior em acessórios duráveis, como bolsas e sapatos que atravessam estações. O bom e velho hi-lo!

Fiquei curiosa e perguntei a Yan se os homens estão menos resistentes ao seu trabalho de stylist. Ele lembrou seu início com Kaká: o jogador tinha um armário abarrotado de camisas e calças de grife, mas não sabia como extrair looks bacanas a partir dali. O desafio foi mostrar a ele como criar composições – naturalmente, a resistência masculina deu lugar ao desejo por descobrir cada vez mais o próprio estilo. Para Acioli, as marcas têm um papel fundamental na mudança de visão do homem em relação à moda: as araras vêm trazendo opções mais modernas, estampas, recortes diferenciados que treinam o olhar do público. As lojas de departamento se destacam por oferecerem opções variadas que cabem no bolso.

Para finalizar, uma pessoa da plateia perguntou ao stylist se ele preferia uma pessoa que compõe um look lindo numa loja hype – onde, convenhamos, é mais difícil errar – ou aquela pessoa que consegue garimpar coisinhas bacanas numa fast fashion. Yan, é claro, escolheu a segunda opção: para ele, o que mais vale não é a etiqueta da roupa, e sim como você vai vestir a peça e trazê-la para o seu próprio universo. Não é preciso ter grana para se vestir bem – basta ter atitude e ser fiel a si mesmo!

Garimpo Barra Fashion

E para quem gosta, meu look: camiseta B.Luxo (amo), saia idealizada por mim mesma e costurada pela Rosa, sandálias Mr. Cat e batom Orange, da Contém 1g. :)

Garimpo Barra Fashion

E aí, curtiu as dicas do Yan Acioli? Vale anotar e pôr em prática, hein! ;)

Fotos do evento: Roberto Abreu (Site Paula Magalhães)

espaco2

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

Comente no Face ♥

Artigos similares