Beleza e resistência na Ladeira da Preguiça

Beleza e resistência na Ladeira da Preguiça

0

Três amigas: uma maquiadora incrível, uma fotógrafa cheia de sensibilidade e uma blogueira-modelo-amadora. Um lugar: a Ladeira da Preguiça, reduto de beleza, cultura e resistência. Da matemática desse encontro,surgiu a soma de olhares que resultou nas imagens que você confere abaixo. Imagens que multiplicam a essência da mulher baiana, guerreira e flor, e dividem conosco a força da Preguiça.

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-1

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-15

Eu já conhecia Luisa Suassuna, a maquiadora responsável pelas belezas deste editorial, há algum tempo. Sou fã da profissional e também do ser humano. Estávamos namorando a ideia de fazer um trabalho bacana juntas há tempos e, quando surgiu a oportunidade de nos unirmos a Fabíola Freire, amiga de Lu e fotógrafa de noivas incrível, não perdemos tempo: criamos um grupo no whatsapp, trocamos ideias, compartilhamos referências e construímos juntas o conceito de todo o ensaio.

Tudo nessas imagens teve a nossa mão. A grinalda de orquídea das fotos acima foi crochetada por Luisa, que acabara de ter seu segundo filho, Guga. O cabelo, recém-iluminado por Ed Santana, do Descabelado, foi arrumado por mim mesma, em casa, na manhã das fotos. Fabíola apostou na luz natural para fazer cada um dos cliques, dispensando o excesso de equipamentos. Os vestidos usados são das meninas: o primeiro é do casamento de Luisa, que foi na praia, e o segundo foi montado por Fabíola, com uma pegada de sereia que conversou bem com o ambiente.

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-5

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-6

Escolher bem o cenário dos cliques era essencial para garantir o resultado que estávamos buscando. Desde o início, não tínhamos dúvidas de que queríamos a Ladeira da Preguiça como locação. Eu já conhecia o espaço há tempos, graças a amigos como o fotojornalista Antonello Veneri e a grafiteira Sista Katia (cuja obra temos o prazer de ter conosco em algumas fotos).  Conversando com o Centro Cultural Que Ladeira É Essa?, responsável pelas iniciativas culturais do local, tivemos o apoio imediato de Gabriel Silva, Marcelo Teles e Crislene Oliveira, líderes do espaço. Eles compraram a ideia, cederam o Centro em pleno domingo de manhã e estiveram conosco pessoalmente para ajudar na estrutura necessária. Nos sentimos parte da comunidade, e esse sentimento pode ser notado nas imagens.

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-3

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-4

A Ladeira da Preguiça não é um lugar simples. Há complexidade na beleza evidente de suas ruas, coloridas por ilustrações de artistas diversos, e no abandono de seus moradores, que não são assistidos pela Prefeitura da cidade e precisam tomar a frente de todos os projetos que beneficiem seu povo – já que os governantes se abstém dessa função. Quem mora na Preguiça é leve, respira arte e cultura no dia a dia. Mas, tal qual a flor de um mandacaru, a beleza da comunidade é também resistência: é encarar a falta de apoio, o preconceito, a falta de pertencimento muitas vezes imposta pela Salvador que rodeia a Ladeira.

Estar entre mulheres, fazendo fotos essencialmente femininas num espaço como esse, tem significado. Ser mulher é lutar. É impedir que o mundo nos derrube, dia após dia, batalha após batalha. É deixar a beleza florescer em meio a dificuldades. Somos todas um pouco Ladeira da Preguiça.

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-8

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-9

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-11

Este é um ensaio de beleza(s). Lu construiu duas makes diferentes, para olhares diversos sobre o casamento. A primeira, mais tradicional, trabalhou a paleta natural de cores da minha pele – marrons e dourados – para um efeito super feminino e delicado. Já a segunda brincou mais com tendências e brilhos ousados: apostamos numa boca de glitter vermelho, queridinha do momento e super inspirada em Pat McGrath (somos fãs!), e em bochechas mais coradinhas para ressaltar a paixão do visual. A maneira como fizemos as fotos foge dos editoriais tradicionais de noivas, uma forma de sair da caixa. Afinal, as relações não precisam seguir um padrão – e por que os cliques de casamento teriam de ter um, então?

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-10

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-12

belicia-blog-editorial-ladeira-da-preguica-14

Agradeço a todos e todas que ajudaram, direta e indiretamente, a tornar esse trabalho possível. Em breve, ele estará disponível na Revista Nosso Bairro, uma publicação baiana do grupo Canal 2. Para trabalhar com Fabíola e Luisa, confira aqui seus contatos:

Fabíola Freire (fotógrafa): contato@caixadefosforo.com.br

Luisa Suassuna (maquiadora): lusuassuna@yahoo.com

Obrigada. Obrigada. Obrigada. Obrigada!

vanessa-ventura-assinatura

espaco2

Comente no Face ♥

Artigos similares