Água termal: especialista Luciana Luz explica benefícios

Água termal: especialista Luciana Luz explica benefícios

0

Já repararam que, mais do que nunca, este verão trouxe um boom da água termal? O líquido, que é queridinho de muitas rotinas de skincare, vem chamando atenção na forma de bruma – com aditivos que potencializam ainda mais seus efeitos, que vão do antioxidante ao matificante.

Conversei com Luciana Luz, fisioterapeuta,especialista em Fisioterapia Dermato-Funcional pela Universidade Gama Filho com Diplomatura Internacional em Fisioterapia Demato-Funcional (Santiago), e uma verdadeira pesquisadora da água termal, sobre os benefícios, formas de uso (que vão muito além da borrifadinha na pele!) e as vantagens de apostar nas águas ou brumas enriquecidas. Um verdadeiro guia para começar os cuidados com a pele em 2018!

água-termal-luciana-luz

Enquanto muita gente diz que água termal faz toda a diferença na rotina de cuidados com a pele, outras pessoas acham pura frescura. Afinal: água termal ajuda mesmo a acalmar a pele? Quais as suas funções?

Sim, a água termal acalma a pele pelo simples fato de corrigir qualquer desordem metabólica que exista na região. Toda e qualquer matéria existente no planeta Terra é composta por átomos e estes, por partículas que possuem carga como os prótons (carga +), elétrons (carga -) e nêutrons (neutro). Os mecanismos fisiológicos, tais como digestão, produção hormonal, fluxo sanguíneo, hidratação e até mesmo uma contração muscular, são mediados por reações físicas (entre estas cargas eletrificadas), químicas (entre as moléculas formadas por átomos) e, por fim, repercutem em respostas fisiológicas produzindo uma reação. Os oligoementos que compõem as águas termais, tais como Zinco, Cobre, Magnésio e Manganês são justamente os famosos eletrólitos, íons, ou seja, partículas minerais com carga que quando se movimentam para dentro e fora das células criam ambientes levemente ácidos ou básicos, desencadeando respostas químicas, mudanças biológicas, determinando melhora de sintomas ou aparecimento de doenças em uma região. Ao aplicar água termal sobre a pele, você ajuda os oligoelementos a corrigem as carências minerais e regularem também os excessos. O efeito pode ser calmante, antioxidante, impedir o envelhecimento precoce, melhorar a nutrição dos tecidos e até auxiliar no clareamento cutâneo.

Além de borrifar sobre a pele, de que outras formas podemos usar a água termal?

As águas termais podem ser aplicadas na forma de compressas frias sobre a pele (efeito vasoconstrictor ou calmante), podem ser emulsionadas com todos os tipos de argilas (desintoxicação), máscaras de porcelana (efeito tensor) ou enzimáticas (proporcionando afinamento cutâneo e clareamento de uma região).  Além disso, podem ser utilizadas como loções tônicas (equilibrando o p.H. cutâneo), servem como hidratação/nutrição após procedimentos ablativos na pele (como laser), são permeadas com correntes galvânicas em procedimentos estéticos de iontoforese, higienizam e nutrem o tecido na técnica de microagulhamento e ainda podem manter máscaras cremosas de tratamento umectadas durante todo seu período de atuação sobre a tecido.

água-termal

O local de onde é extraída a água termal faz diferença nos seus efeitos para a pele?

Na verdade, existe pouca diferença quanto à composição da água termal quando nos referimos ao seu local de extração. O que nos importa de verdade são a qualidade e concentração de outros princípios ativos que foram adicionados às mesmas e que podem potencializar seus resultados.

Então, talvez por isso, as brumas enriquecidas, como Mineral 89 (Vichy), Eau de Beauté e Eau de Raisin (Caudalie) e Seronzinc (La Roche-Posay), ganharam o mercado. Como devemos usar esses produtos? No calor, eles substituem hidratantes tradicionais?

Brumas termais podem até substituir os hidratantes tradicionais e oil free no verão. São versões mais sequinhas e matificantes, mas possuem indicações específicas. A Mineral 89, com 89% de agentes mineralizantes e ácido hialurônico, além de hidratar, nutre as fibras responsáveis pela sustentação da pele, sendo mais indicada para prevenção e combate do envelhecimento precoce. Eau de Beauté e Raisin da Caudalie concentram ativos químicos de natureza mais calmantes, revigorantes e antioxidantes, possuindo uma maior indicação para tecidos reativos, sensibilizados e pessoas que possuem rosácea, por exemplo. Já o Seronzinc, possui em sua composição sulfato de zinco, sendo especialmente indicado para promover efeito matificante, redução de oleosidade e retração dos famosos poros dilatados.

E aí, já sabe qual água termal ou bruma enriquecida vai apostar em 2018? Minha preferida até agora é a Eau de Raisin, que inclusive me ajuda a combater a irritação pós-depilação, como contei neste post.

Beijos,

vanessa-ventura-assinatura

espaco2

Comente no Face ♥

Formada em Relações Públicas, vivida em Comunicação Digital e viciada em tudo que é belo.

Artigos similares